Blog

QUANDO ESCOLHER UM CINTURÃO DE PARA-ARAMIDA

voltar09/05/2022

O que é a para-aramida e quais as vantagens desse material

O trabalho em altura é realizado em diversas atividades. Ele está muito presente na construção civil, em montagens industriais, na limpeza de fachadas, em serviços de telecomunicações, entre diversas outras atividades.

E, para isso, é obrigatório – previsto na Norma Regulamentadora 35 (NR 35), do Ministério do Trabalho – o uso do sistema de proteção contra queda, formado por uma ancoragem, um elemento de conexão e um cinturão paraquedista em situações que o usuário está acima de 2 metros de altura com risco de queda.

Existem diversos modelos de cinturões, com características diferentes para atender cada tipo de atividade realizada em altura. A grande maioria dos cinturões é feita em poliéster, mas alguns deles são fabricados com um material especial, com fitas de para-aramida.

Mas você sabe o que é a para-aramida e quando escolher um cinturão com esse tipo de material?

A para-aramida é uma fibra sintética, popularmente conhecida como Kevlar, uma marca registrada da Dupont. É um material extremamente forte, leve e durável. A tecnologia resistente a corte e a calor fornece soluções de EPI que atendem às normas internacionais de proteção e desempenho.

Devido a essa propriedade, ele é usado em coletes e capacetes à prova de balas, roupas de pilotos de Fórmula 1 e seus carros de corrida, bicicletas, raquetes de tênis, chassis de carros, cintos de segurança, cordas, roupas contra incêndios, esquis esportivos especiais e peças de avião. Ou seja, são amplas possibilidades de aplicação.

QUAIS AS VANTAGENS DA PARA-ARAMIDA

Ela é retardante a chamas, com grande capacidade de isolamento térmico, suportando altas temperaturas.

Das fibras sintéticas, a de para-aramida está entre as de maior resistência, conseguindo suportar alta pressão mecânica.

Além de ser resistente a abrasão, cortes e perfurações. Por isso é extremamente forte e durável.

A fibra de para-aramida é conhecida ainda por sua leveza (muito maior do que as outras fibras comuns) e maleabilidade. Embora seja extremamente forte, isso não interfere em seu peso, o que deixa o equipamento confortável durante o trabalho.

Todas essas características fazem dela uma excelente fibra para a confecção de EPIs, como os cinturões.

É importante lembrar que, além de cinturões, o material também é usado na fabricação de talabartes.

Na Carbografite, os cinturões CG796EK e CG771EK, além dos talabartes em Y CG394K e CG398K são fabricados em para-aramida.

Veja as características deles:

CG796EK

• Fabricado em fita 100% para-aramida.
• Ajustes através de fivelas duplas de aço: Duas localizadas no suspensório, uma na cintura e duas nas pernas.
• Três meia argolas em aço forjado bicromatizado: Uma dorsal para retenção de queda e duas laterais para posicionamento.
• Duas alças nos ombros para espaço confinado.
• Duas alças no peitoral para ancoragem frontal.
• Proteção subpélvica.
• Indicador de queda.
• Almofada acolchoada na cintura em material respirável.
• Indicado para atividades de solda.
• Fita retardante a chamas.

CG771EK

• Fabricado em fita 100% para-aramida.
• Ajustes através de fivelas duplas de aço: Duas localizadas no suspensório, uma na cintura e duas nas pernas.
• Uma meia argola em aço forjado bicromatizado: Dorsal para retenção de queda.
• Alças laterais para descanso dos mosquetões.
• Indicado para atividades de solda.
• Fita retardante a chamas.

CG394K

• Talabarte em Y com absorvedor de energia.
• Fabricado em fita 100% para-aramida.
• Conectores: 2 trava dupla abertura 55mm em aço forjado bicromatizado CG 630 e 1 trava dupla abertura 15mm em aço forjado bicromatizado CG 615.
• Comprimento com absorvedor fechado: 1,33m.
• Indicado para atividades de solda.
• Fita retardante a chamas.

CG398K

• Talabarte em Y com absorvedor de energia.
• Fabricado em fita 100% para-aramida tubular com elástico interno.
• Conectores: 2 trava dupla abertura 55mm em aço forjado bicromatizado CG 630 e 1 trava dupla abertura 15mm em aço forjado bicromatizado CG 615.
• Comprimento com absorvedor fechado: 1,33m.
• Indicado para atividades de solda.
• Fita retardante a chamas.

QUANDO ESCOLHER ESSE TIPO DE CINTURÃO

Diferente de outros materiais, equipamentos fabricados em para-aramida não derretem com facilidade, pela característica retardante a chamas. É um material que consegue suportar altíssimas temperaturas.

Por isso, cinturões e talabartes feitos em para-aramida são recomendados para o uso em ambientes ou atividades com solda, elétrica, siderúrgicas, metalúrgicas, etc.

Separe um tempo para ler também o nosso artigo com o passo a passo para escolher o seu cinturão ideal.

COMO CONSERVAR OS CINTURÕES DE PARA-ARAMIDA

A validade dos cinturões Carbografite é de 10 anos, mas a vida útil deste equipamento varia conforme o seu uso e conservação, por isso, é importante que sejam tomados todos os cuidados necessários.

Veja aqui as diferenças entre validade e vida útil.

Lembre-se sempre que o equipamento deve ser armazenado em local seco, limpo e fora do alcance do sol.

Após a retenção de uma queda ou a observação de qualquer dano ou deformação, o equipamento precisará ser descartado.

No nosso blog você encontra dicas de como saber quando é o momento certo de descartar o seu cinturão.

QUAL A DIFERENÇA DA PARA-ARAMIDA PARA O TRATAMENTO RETARDANTE A CHAMAS

Uma dúvida muito comum é a diferença entre os equipamentos feitos de para-aramida e os fabricados em poliéster com tratamento retardante a chamas.

No caso dos cinturões e talabartes feitos de para-aramida, a própria matéria prima, ou seja, a fibra de para-aramida é retardante a chamas.

Já os outros são produzidos com a fita de poliéster e recebem um banho superficial de produto químico retardante a chamas.

As principais vantagens da para-aramida é a durabilidade da característica retardante e a maior resistência ao calor.

TRABALHO EM ALTURA

É importante ressaltar que as medidas de proteção que devem ser adotadas para o trabalho em altura estão previstas na Norma Regulamentadora 35 (NR 35), do Ministério do Trabalho.

Ela determina o uso obrigatório de sistemas contra quedas em todo trabalho “executado acima de dois metros do nível inferior, em que há risco de queda”.

Os equipamentos de proteção devem ser adequados ao desempenho da tarefa e escolhidos por um profissional de segurança do trabalho, de acordo com os riscos da função realizada.

Comentários

Este site armazena cookies em seu computador. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre nossos visitantes, tanto nesse site quanto em outras mídias. Ao utilizar nosso site você concorda com a nossa Política de Privacidade.

(24) 2222 9900

www.carbografite.com.br
sac@carbografite.com.br

Carbografite Equipamentos Industriais LTDA

Estrada União e Indústria, 15.500 - Petrópolis - RJ

CEP: 25.750-226 - CNPJ: 36.427.615/0001- 46

Newsletter